O Sindaen recebeu nesta segunda-feira (31), junto aos trabalhadores, a proposta para o ACT 2022/2023 encaminhada pela Sanepar por e-mail.
Como já tem acontecido nas últimas negociações, mais uma vez a empresa desconsiderou o sindicato – que é o órgão competente e representativo dos trabalhadores e trabalhadoras, e encaminhou a proposta no e-mail dos saneparianos.

É desrespeitosa a falta de consideração e reconhecimento aos trabalhadores que, mesmo diante da pandemia não deixaram de exercer suas funções, levando a empresa a lucrar 62,4% no terceiro trimestre de 2021. No acumulado de julho, agosto e setembro, a empresa registrou um lucro líquido de R$ 267,3 milhões contra R$ 164,6 milhões dos mesmos meses do ano passado. Na prática, é como se a empresa registrasse lucro diário de R$ 3 milhões.

Para os trabalhadores, a empresa vergonhosamente se limita a pagar apenas o reajuste do INPC/IBGE do período de março/21 a fevereiro/22. Os salários seriam corrigidos apenas com a reposição da inflação, sem aumento real.

Além disso, a Sanepar não quer assinar o ACT com validade por 2 anos, que há alguns anos foi uma proposta da própria empresa.
Outra pauta que precisa ser discutida e definida na mesa de negociação é a contrapartida da Fundação e a situação dos dependentes.
Vale destacar também que apesar da inflação galopante e da “crise hídrica” que hoje não afeta mais o nosso estado – o nível de nossos rios e reservatórios vem sendo recuperado pelas chuvas abundantes – a empresa apresentou em seus balancetes lucros exorbitantes aos acionistas. Assim, nada mais justo que pagar ganho real aos seus trabalhadores, que são a força motriz da empresa.

O Sindaen já encaminhou a proposta para análise da sua assessoria técnica e jurídica e também está entrando em contato com os demais sindicatos majoritários para uma reunião e para a formulação de uma contraproposta.

Falta consideração e empatia com os trabalhadores, que se sacrificaram e, ao contrário de muitos, não puderam ficar em casa em plena pandemia.

O Sindaen convoca todos os saneparianos a se unirem com o sindicato, que luta constante e incansavelmente para construir uma proposta mais justa para a categoria. É hora de união para dar um basta à falta de valorização implementada por essa diretoria.