É público que defendemos a construção coletiva com os pares, embora haja adversidade. Promover a convergência é exigente, compreende maior tempo, ocorre decepções, porém é possível.

Quando decidido apoiar um único nome para a eleição ao CAD e apresentado o nome do Elton Evandro Marafigo, significava a possibilidade de alterar a trajetória das práticas do representante dos trabalhadores neste assento, na maior instância de decisão da Sanepar. Fazer diferente incomoda muita gente.

Reconhecemos que é preciso melhorar, ter mais comprometimento para avançar. Tanto as direções das entidades quanto as bases de cada uma delas. No entanto, manifestamos nossa indignação pelo ataque interesseiro, de forma tendenciosa, realizado recentemente pelo coordenador Ivan Villas Boas, através de um e-mail aos trabalhadores(as), seguido por um e-mail do senhor Hamilton Gimenes. Até parece ação combinada, devido a proximidade dos dois.

É de conhecimento, pois divulgamos, que na assembleia de montagem de pauta é aprovado um dia de trabalho a favor do sindicato após assinatura do ACT. Há alguns anos a Sanepar inclui na proposta do ACT não descontar do trabalhador, que ela repassa o equivalente a dois dias (dois trinta avos) de trabalho para o sindicato após assinatura do ACT. Ivan, que até 2013 foi diretor executivo do Sindaen, questiona de forma demagógica este recurso e agora que é coordenador (cargo de confiança da empresa) na Sanepar, poderá informar com detalhe qual o montante de todas as entidades – pois esta informação não chega aos sindicatos – e não somente fazer insinuações.

Anualmente, o Sindaen realiza assembléia de prestação de contas, precedida de ampla divulgação. Participar é uma oportunidade de sanar todas as dúvidas.

Aproveitamos para ratificar a informação de que do dia de trabalho descontado em março, 60% do valor vai para as entidades sindicais, 15% para as federações, 5% para as confederações, 10% para as centrais sindicais e 10% para o FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador (recursos do FAT também financiam o saneamento).

Estas verbas adicionais possibilitaram aos trabalhadores o pagamento da antecipação de restituição do dia parado em 01/09/15 e iniciarmos a organização do fundo de greve.

Diretoria do Sindaen