Sindicato dos Trabalhadores nas empresas de água, esgoto e saneamento de Maringá e região noroeste do Paraná

Saneparianos aceitam proposta da empresa

Nas assembleias realizadas pelos sindicatos Sindaen, Saemac, Sindael e Staemcp, a maioria dos trabalhadores da Sanepar concordou com a proposta apresentada pela empresa, com vistas à renovação do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018. Mesmo com as frustrantes negociações e com índices de reajuste que não melhoram a vida do trabalhador.

Pela somatória dos votos, dos 2.376 saneparianos que participaram das sessões das assembleias, 1.232 aprovaram a proposta, 978 repudiaram a mesma, 161 abstiveram-se de votar e 5 optaram por votar em branco.

Dessa forma, esse Acordo Coletivo de Trabalho – que não agrada em nada as entidades sindicais que defendem os interesses da categoria de trabalhadores que representam – valerá para o período compreendido entre 1º de março de 2017 à 28 de fevereiro de 2018.

Não é novidade que o poder de decisão é do trabalhador e da trabalhadora. Porém, para os sindicatos majoritários, a decisão da base ficou aquém das expectativas, principalmente no sentido da valorização do próprio empregado.

Se nem a proposta econômica de correção do valor fixo do abono, reajustado pelo INPC (4,69%), presente no “novo” ACT foi considerada como avanços pelos trabalhadores, imagine a inclusão de mais um período no fracionamento das férias incentivadas.

Logo no ano em que a Sanepar teve uma crescente de 43% no seu lucro líquido: um valor equivalente a R$ 626,8 milhões e que havia uma expectativa dos trabalhadores por melhorias no Acordo – até porque estes estão há quatros anos sem receber aumento real. Mas infelizmente a proposta da Sanepar foi frustrante mais uma vez, reajustando os salário apenas pelo INPC (4,69%).

Os sindicatos que representam os saneparianos entendem que é através da democracia que as decisões coletivas são tomadas, assim como é o dialogo que dita o rumo das coisas, inclusive no caso das Negociações Coletivas de Trabalho. Cabe às entidades sindicais, que defendem os direitos e garantia das conquistas dos trabalhadores, fazer a melhor intermediação para que a decisão da maioria prevaleça.

 

Muita atenção

No dia 27 de abril, a Sanepar reajustou seu valor global anual num percentual de 8,3%. Esse número é quase o dobro do INPC de 4,69% aprovado pelos trabalhadores para o ACT 2017/2018.

O que isso significa: agora, o valor anual da Sanepar passará de R$ 13,05 milhões para R$ 14,1 milhões; desses, “a maior parte, pouco mais de R$ 6,8 milhões, será para pagamento de remuneração dos diretores da empresa; R$ 5,2 milhões serão para encargos e R$ 2,08 para pagamento de remuneração dos acionistas” (números divulgados pelo Livre.Jor – jornalismo de dados).

Compartilhe esse conteúdo!

Nota de Repúdio

O SINDAEN, vem por meio desta nota, expressar repúdio às práticas antissindicais, antiéticas e contrárias aos princípios democráticos adotadas pela Sanepar, principalmente pelos membros da

Leia mais »

O SINDAEN foi fundado em 15 de dezembro de 1995, por decisão de uma assembléia da categoria, para ser o sindicato específico dos trabalhadores do setor de saneamento de Maringá e Região Noroeste do Paraná.

© Todos os direitos reservados a SINDAEN