Todo o esforço despendido pelos sindicatos a fim de obter uma proposta ao ACT que contemple os anseios dos trabalhadores continua, porém, sem solução até o momento. Foram tratativas com a direção da Sanepar, representantes do governo e da Casa Civil.

No final desta sexta-feira (31), ocorreu a segunda reunião entre os sindicatos majoritários (Sindaen e Sindael), Siquim, Sintec e Sinpropar e as diretorias administrativa, jurídica e comercial da Sanepar- junto aos membros da Comissão Negocial. Apesar da disposição das entidades sindicais,  não houve nenhuma apresentação de proposta ao ACT por parte da empresa. A diretoria informou que a votação do CCEE (Conselho de Controle das Empresas Estatais) e CPS (Comissão de Política Salarial) não ocorreu hoje e ficou para o dia 4 de junho.
Diante da frustração e do compromisso com os trabalhadores em levar uma proposta à categoria, os sindicatos estipularam até a próxima quarta-feira (5) para que a empresa apresente a proposta ou retomarão o processo para a paralisação com a notificação ao Ministério Público do Trabalho, à Sanepar e à sociedade.
Diante disto, foi apresentado o ofício CA n° 047/2019 aos sindicatos, agendando uma nova reunião para o dia 5 de junho, às 14h30.

Confira o ofício a seguir:

Ofício